Início > DNS > Configurando entradas DNS – O que significa cada entrada DNS

Configurando entradas DNS – O que significa cada entrada DNS

Sempre que formos criar novas hospedagens, precisamos fazeer uma configuração básica relacionada as entradas de DNS.

Ai vai uma dica rápida para quem precisa configurar um e-mail marketing ou configuração padrão de apontamento de e-mail ou site.

Em especial:

A
Entradas do tipo A apontam diretamente para um endereçamento IP;

CNAME
Esse tipo de entrada aponta para outro site ou endereço como por exemplo email.dominio.com.br;

MX
São entradas que apontam diretamente para o servidor de e-mail;

NS
As entradas NS apontam para um servidor de DNS que respondem pelo domínio;

TXT
As estradas TXT são usadas geralmente para configuração da linha de SPF, que fazem valer as politicas anti SPAM de muitos servidores pela rede;

SOA
É o registro que define uma determinada zona. Contém o nome da zona e do servidor de autoridade dessa zona;

SRV
Define localizações de serviços publicados, suas portas e protocolos;

AAAA
Faz o mapeamento de um nome DNS para uma rede IPV6;

Sendo mais prático, imagine que preciso que um e-mail aponte para um servidor em especial.
Tenho uma hospedagem em um provedor AZUL e uma caixa de correio de e-mails para um servidor VERMELHO, por exemplo.

1) Na http://registro.br aponte o domínio para o servidor AZUL, por exemplo.

2) No servidor AZUL crie uma entrada MX com o nome da caixa como emailexemplo.dominio.com.br;

3) No servidor AZUL crie uma entrada do tipo A que aponte para o servidor VERMELHO, a entrada deve iniciar como emailexemplo (entrada – tipo – destino);

4) Para finalizar, crie uma entrada CNAME no servidor AZUL seguindo a seguinte regra:
   Entrada: mail
   Tipo: CNAME
   Conteúdo: email.exemplo.com.br

Estas amarrações tendem a ficar mais simples com o tempo.
Lembre-se que não é muito recomendável trabalhar dessa forma, com vários provedores diferentes para hospedagens simples, porém pode ser uma saída muito interessante para ambientes de migração.

Por exemplo, vamos sair de um provedor para ir para outro. Nesse caso você precisa migrar a mensageria e depois a hospedagem.

Recomendação:

Nunca faça a migração na registro.br durante a semana. Lembre-se que o período de propagação é de 24 a 48 horas, ou seja tanto e-mail, quanto o site ficarão instaveis por um grande período de tempo e não existe uma forma até o momento de propagar isso rapidamente, pois cada servidor pela internet tem seu próprio tempo de atualização.

Faça uma análise de risco e coloque no papel tudo o que pode dar errado e quanto tempo leva para corrigir. Antes de sair mudando, tome cuidado para não parar serviços que estão amarrados e funcionando, como por exemplo ferramentas de chat que dependem de uma base MySql ou qualqer amarração adicional.

Confira o BKP antes de começar as mudanças.

Categorias:DNS
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: